O impacto da COVID-19 nas empresas turísticas

1594620094271

O impacto da pandemia COVID-19 nas empresas turísticas

  • Cerca de 69.2% das empresas tiveram uma redução acima de 70% redução no volume de negócio;
  • Desde o início da pandemia 90.1% das empresas turísticas não efetuaram despedimentos;
  • 71.5% das empresas aplicaram o “lay-off” aos seus trabalhadores durante a época alta;
  • 63.4% das empresas do sector turístico concordaram com a aplicação das medidas sanitárias aplicadas na RAA;
  • Apenas 19% das empresas inquiridas referiram que o volume de residentes a procurarem a sua oferta turística foi superior ao ano de 2019;
  • Cerca de 42% das empresas, ficou indiferente em relação ao incentivo “Viver os Açores” e 37% das empresas consideraram-se satisfeitas;
  • Empresas turísticas consideram importante apostar nas acessibilidades aéreas, na rede de transportes inter-ilhas e no combate à sazonalidade;
  • 86.8% das empresas consideram importante inovar a oferta apostando nas novas tecnologias;
  • 83.5% consideram pertinente/muito pertinente inovar através de experiências de turismo criativo;
Inquéritos em destaque
Perceção dos Residentes dos Açores face ao Dese...
Outros
Como podemos ajudar?

Caso tenha alguma dúvida, questão ou sugestão, entre em contato conosco, preenchendo o nosso formulário.

A nossa visão é tornar o OTA num pólo agregador de excelência de informação e monitorização de atividade turística dos Açores, contribuindo para a tomada de decisão assente no conhecimento.

Carlos Santos
Presidente da Direção, OTA

Observatório do Turismo dos Açores